quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Como lavar o cabelo corretamente?


Ao leres o título deste post deves achar que é uma "estupidez" escrever sobre um assunto deste, mas acredita em mim, vai valer a pena lê-lo!
É um facto que muitos ainda desconhecem as técnicas corretas para lavar o cabelo... admito, eu própria no início da Hair Journey cometia muitos erros!

1º Ponto - Escolher o shampoo certo:
Na verdade os shampoos não são lá grandes amigos do nosso tipo de cabelo. O cabelo africano é naturalmente muito seco e o que acontece é que o shampoo resseca-o ainda mais.
Primeiro de tudo deves mudar o teu shampoo para um shampoo sem sulfato (sulfate free). Se o teu shampoo já é sulfate free, estás no bom caminho.
A maioria dos shampoos de supermercado contêm sulfatos nos ingredientes. E como já tinha explicado num post anterior, os sulfatos atuam como um detergente para o cabelo, removem a fundo toda a oleosidade, mas como o nosso cabelo já é seco por natureza não nos faz muita falta este ingrediente barato, porque além de limpar a fundo a oleosidade traz graves consequências, como deixar o couro cabeludo irritado/descamado, abre drasticamente as cutículas dos fios deixando o cabelo seco e desidratado e provoca caspa.
Tem cuidado com os shampoos que dizem no rótulo "sem sulfatos" mas depois na lista de ingredientes descobre-se lá que afinal têm sulfatos!
Concluindo, evita usar regularmente qualquer shampoo que contenha algum destes ingredientes:
- Sodium Laureth Sulfate
- Sodium Lauryl Sulfate 
- Sodium Myreth Sulfate
- Ammonium Lauryl Sulfate
- Ammonium Laureth Sulfate
- TEA Lauryl Sulfate 
- TEA-dodecylbenzenesulfonate  
Sodium Alkylbenzene Sulfonate
Ammonium or Sodium Xylenesulfonate

Sugestões de shampoos sem sulfato (sulfate free):
Porém, uma vez por mês para uma limpeza mais profunda deves usar um shampoo anti-resíduos (Clarifying Shampoo) (ex.: Paul Mitchell Shampoo Three). O uso diário de produtos para o cabelo, deixa-o ficar pesado, sem movimento e cria uma certa "barreira" nos fios que não deixa que bons ingredientes sejam absorvidos, portanto de vez em quando, usa esse shampoo para eliminar completamente toda a sujidade acumulada.

2º Ponto - Lavar corretamente:
Um dos maiores erros de quase todos nós é fazermos isto ao lavar o cabelo com shampoo:








E acabamos no fim por ficar com o cabelo, algo assim:







O problema é que o nosso cabelo é africano e cria nós muito facilmente. Logo, esta é a maneira incorreta de se lavar o cabelo!

Então o que devemos fazer?
O vídeo começa ao minuto 1:30

Este vídeo mostra como lavar o cabelo com shampoo corretamente. 
Divide o cabelo em 2 ou 4 secções e foca-te a aplicar o shampoo na raiz e no couro cabeludo, geralmente estas são as partes mais sujas. E gentilmente sem embaraçar nem criar nós, esfrega o couro cabeludo usando os dedos e nunca as unhas! 
Não te preocupes com as pontas do cabelo... são a parte mais sensível dos fios e a que, normalmente, já tem as cutículas muito abertas, ou seja, se usares muito shampoo vais abri-las ainda mais e deixar as pontas bastante secas/desidratadas! Quando passares o cabelo por água, o shampoo vai escorrer para as pontas e acabar por tirar alguma sujidade que possam ter. 

Clica aqui para leres como se faz Deep Conditioning (Tratamento com máscaras).

3º Ponto - Secar corretamente:
Outro erro que muitos de nós cometemos é esfregar o cabelo com uma toalha de banho para o secar. Do not do it, please!
Não sei se já te aconteceu acabar de lavar o cabelo e estar super macio, porém assim que o secas com a toalha ficar com um aspecto bem seco/frisado... Pois, o problema está na toalha e na forma como o secas! E além da toalha deixar o cabelo mais frisado, também faz partir os fios.
A minha sugestão é trocares o uso da toalha por uma t-shirt velha de algodão.
É muito fácil, é só copiares o exemplo da imagem de baixo. Como a t-shirt não seca tão bem o cabelo como uma toalha, deves permanecer com ela durante 15 minutos, mais ou menos, para o cabelo ficar bem seco. E para não esperares esse tempo todo, arranja uma ocupação: vai te vestindo, maquilhando ou tomando o pequeno-almoço enquanto o secas com a tshirt.
T-shirt method
Outra sugestão para além da t-shirt é usar um Hair Turban próprio para secar o cabelo. É muito giro! Costumam vender bem barato na Primark.

Hair Turban


domingo, 23 de agosto de 2015

Pentear o cabelo...pode ser menos que um pesadelo?



Tenho a certeza que no regime semanal a parte que mais odeias é esta: ter que pentear o cabelo! 
Na verdade, acho que o nosso cabelo não foi feito para ser penteado. Não sei se pensas exatamente como eu, mas quando vejo um cabelo afro, seja do tipo 3C ou 4, penteado e outro não penteado prefiro sem dúvida o que não está penteado! O cabelo afro penteado perde os caracóis/coils e fica com um aspecto mais seco.
Mas o pente tem o seu propósito no nosso tipo de cabelo: não deixar que esses tais caracóis/coils se transformem em locs e possamos fazer qualquer tipo de penteado. O nosso foco deve ser unicamente esse, evitar que o cabelo crie locs e não se parta! O cabelo africano não deve ser penteado diariamente como se tratasse de uma obrigação, mas apenas quando já não existe mais outra alternativa a não ser penteá-lo! 
Devemos calcular a altura certa de pentear o cabelo... não o pentear com muita frequência para que os fios não fiquem mais propensos a partirem-se e também não deixá-lo muitooo tempo sem pentear para que não se criem nós ou locs que quando queremos manuseá-lo acabamos por parti-lo. 

De quanto em quanto tempo se deve pentear o cabelo?
Esta pergunta na realidade não tem uma resposta certa. Os cabelos são todos diferentes e, portanto, têm necessidades diferentes. Conhece o teu cabelo e testa quais são os seus limites antes de decidires de quanto em quanto tempo deves penteá-lo.
Se tens o cabelo natural:
O meu conselho é não penteares todos os dias. Porquê? O cabelo natural dos tipos 3C e 4, geralmente, dão algum trabalho a pentear e aposto que não deves ter tempo livre nem paciência para o fazer sempre. Como já disse em parágrafos anteriores, o acto de pentear não deve ser levado como uma obrigação! Além disso, pentear faz também partir o cabelo! Podes ter ouvido em algures que isto é um mito, mas na verdade não é, pentear faz mesmo partir mais o cabelo! Quando penteamos estamos a puxar os fios (os nós), estamos a exercer uma força sobre o cabelo, e como não é de ferro acaba por se partir mais.
Uma dica que te deixo é para penteares o cabelo apenas enquanto o lavas. Apesar do cabelo molhado ser mais sensível, por outro lado custa muito menos e o processo torna-se mais rápido! Se, por exemplo, lavas o cabelo duas vezes por semana, penteia só duas vezes por semana. Vais ver que não vais sentir falta do pente.

Se tens o cabelo desfrisado ou com outro tipo de alisamento:
Neste caso também não te aconselho a penteares todos os dias, a não ser que tenciones usar o cabelo liso diariamente (que também não recomendo de todo!).
O cabelo desfrisado ou com outro tipo de alisamento, não tem tanta tendência a criar muitos nós, por isso até podes penteá-lo com menos frequência do que o cabelo natural sem problemas.


Qual a forma mais fácil de pentear o cabelo?

  1. Separa o cabelo, ainda seco, em duas secções e prende com uma mola/gancho uma das secções.
  2. Aplica o óleo de coco extra virgem na secção que está solta. Satura imenso o cabelo com o óleo de coco!
  3. Aplica um condicionador hidratante desde a raiz às pontas. E prende essa secção com outra mola/gancho.
  4. Desprende a segunda secção e repete os passos 2 e 3. 
  5. Agora no banho desprende a primeira secção e enxagua, volta a aplicar um pouco do condicionador hidratante e penteia com um pente de dentes largos ou a escova Denman Brush / Tangle Teezer
  6. Repete o passo 5 para a segunda secção.
  7. Enxagua todo o cabelo, e suavemente sem embaraçar aplica o shampoo sem-sulfato.
  8. Volta a aplicar o condicionador hidratante, deixa durante 2 ou 3 minutos e enxagua.

2ª Técnica (Pentear o cabelo com os dedos):
Começa a ver o vídeo a partir dos 0:50min.
O truque é usar o polegar para remover os nós do cabelo.
No minuto 2:19 a Naptural85 mostra detalhadamente como remover um dos nós com os dedos.

3ª Técnica:
1. Aplica o shampoo sem-sulfato e enxagua a seguir.
2. Satura o cabelo com óleo de coco extra virgem e um condicionador hidratante, deixa actuar 2 ou 3 minutos e enxagua.
3. Volta a aplicar o condicionador hidratante e penteia com um pente de dentes largos ou a escova 
Denman Brush / Tangle Teezer, e enxagua de novo.

4ª Técnica:
1. No dia de véspera de lavar o cabelo, faz Moisturize & Seal ou o Método LOC com um creme hidratante e óleo de coco extra virgem. Satura bem o cabelo com o óleo de coco!
2. No dia a seguir durante o banho, enquanto a água do chuveiro escorre pelo cabelo vai penteando com um pente de dentes largos ou a escova 
Denman Brush / Tangle Teezer
3. De seguida lava o cabelo com um shampoo sem-sulfato e o condicionador hidratante novamente. Enxagua.

Esta quinta técnica é para um cabelo que não é muito difícil de pentear.
5ª Técnica:
1. Lava o cabelo com um shampoo sem-sulfato.
2. Aplica um condicionador hidratante no cabelo e deixa actuar 2 ou 3 minutos. Satura-o de condicionador!
3. Com o condicionador no cabelo, penteia com um pente de dentes largos ou a escova 
Denman Brush / Tangle Teezer

Dica: Quando lavas o cabelo com shampoo não cries mais nós no cabelo desnecessariamente! Não precisas de lavar o cabelo como mostram nos anúncios da Pantene, atenção! O shampoo deve ser posto sempre a partir do topo, e gentilmente sem embaraçar é que se deve esfregar o couro cabeludo usando apenas os dedos e não as unhas! ...Bem, eu depois faço um post com mais detalhes de como se deve lavar o cabelo correctamente, não te preocupes.

Que tipo de pente/escova se deve usar?
Eu, pessoalmente, sou mais amiga dos pentes do que das escovas. Adoro pentes de dentes largos e para mim os pentes de dentes finos não me fazem, praticamente, falta nenhuma no meu regime semanal, só os uso quando ponho rolos no cabelo.

Os meus pentes/escovas preferidos:
Estes são os dois pentes que mais utilizo. São óptimos e facilitam bastante o pentear pela forma como foram feitos os dentes e por serem de plástico.
Onde vendem? Normalmente encontram-se à venda nas lojas de produtos de cabelo brasileiro/africano.


Este pente também gosto muito, mas não é de todo o meu preferido. Os pentes que adoro mesmo muito são os dois primeiros que postei.

Adoro a escova Tangle Teezer, retira todos os nós do cabelo, deixa-o macio e não dói ao pentear, parece quase que se está a fazer uma massagem ao couro cabeludo. O único problema é que não tem cabo para pormos as mãos como a maioria das escovas e se o cabelo estiver com muitos nós e tiver que se exercer mais força, a escova pode soltar-se das mãos.
aqui neste post mais sobre a Tangle Teezer.
Onde vendem? Nas farmácias e no site BeautyBay.com

Das várias escovas que existem à venda no mercado, a Denman Brush e a Tangle Teezer são as minhas favoritas. São muito idênticas para o objectivo que oferecem. Numa balança, "pesam" as duas de igual forma, a Tangle Teezer peca por não ter um cabo para segurar as mãos e a Denman Brush custa um pouco mais a pentear que a Tangle Teezer.
Onde vendem? Na loja onlide deste Blog: Proutos-Afro.com

Os pentes que mais detesto:
Parece ironia, mas este pente africano de madeira é o que menos se adequa ao nosso tipo de cabelo! Meu Deus, que terror de pente! Não querendo ser mazinha, mas não quero este pente perto de mim muito menos do meu cabelo... dispensooo! Já tenho muitos traumas de infância!
Como podem ver pela foto, o pente é tão "bom" que os dentes partem-se ao pentear um cabelo afro lol.
Este pente também não é dos meus preferidos! Os dentes estão muito juntos e fazem partir os fios desnecessariamente!



segunda-feira, 27 de julho de 2015

Cabeleireiros em Lisboa


Até agora só tinha falado de cabeleireiros situados na Margem Sul do Tejo, não conhecia nenhum bom em Lisboa... Aliás, vendo bem nunca tinha ido sequer a um cabeleireiro em Lisboa. Na sexta-feira passada fui ao meu primeiro, aconselhado por algumas seguidoras do Blog e da Página do Facebook, e ameiii!
Este cabeleireiro que falo é o Studio Thon Eduardo.

O que me fascinou imenso neste cabeleireiro foi o facto de dar a possibilidade aos seus clientes de fazerem uma análise capilar aprofundada antes de começar a cuidar do cabelo.
Nesta análise capilar é usado um aparelho chamado dermatoscópio digital, que permite visualizar, sem retirar um fiozinho de cabelo, desde as alterações externas da fibra até doenças que possam haver no couro cabeludo. É possível estimar a velocidade do crescimento e a quantidade de fios por cm². Pode servir de ajuda tanto no diagnóstico de qualquer problema como também na avaliação da evolução e dos resultados dos tratamentos.

Se tens o cabelo natural, este é o salão de cabeleireiro que deves apostar em ir! O Thon sabe e está habituado a cuidar de cabelos afro.


A análise capilar é algo idêntico ao que mostra na imagem anterior
Depois do Thon fazer-me a análise capilar concluiu que os meus fios de cabelo tinham algumas cutículas levantadas e, por isso, precisava de ser nutrido. Ele fez-me uma nutrição e alisou o cabelo. O meu cabelo e couro cabeludo estão tão mais macios! Fiquei satisfeitíssima com os resultados!





Para ir ao Studio Thon Eduardo é necessário fazer uma marcação primeiro!
Tlf.: 218241377
Tlm.: 927468240
Página do Facebook do Studio Thon Eduardo, clica aqui.

Localização:
Rua Poiais de São Bento nº128, Lisboa (perto da Assembleia da República)

Para quem vai de transportes públicos pode apanhar o autocarro da Carris 727 de Entrecampos ou Roma-Areeiro que vai directo até lá.
Também faz-se bem a pé da estação de metro do Rato ou da Baixa-Chiado.


Caminho a pé pela estação de metro do Rato (12min.)
Caminho a pé pela estação de metro da Baixa-Chiado (17min.)







quinta-feira, 9 de julho de 2015

Como desfrisar correctamente o cabelo em casa?


Este post que vou escrever hoje é um dos mais importantes que deves ler no meu Blog (caso costumes desfrisar o cabelo, claro!).
Até já devia ter escrito um post assim há muito tempo, mas esquecia-me sempre. Sei que há muitas raparigas que desfrisam o cabelo em casa e não sabem como desfrisá-lo correctamente... Muitas vezes vão a cabeleireiros que também não sabem desfrisar como deve ser e copiam o mesmo processo.
E se antes tinhas receio de desfrisar sozinha agora já não precisas de ter, vou explicar-te passo-a-passo como deves ter o cabelo desfrisado impecavelmente.

Antes de tudo deves ter presente os prós e contras de desfrisar um cabelo em casa e num salão de cabeleireiro:

Estas foram as tabelas de prós e contras que fiz sobre as minhas opiniões e devem também ser comuns à maioria das pessoas.
Posto isto, é fácil de perceber que desfrisar em casa consegue trazer muitas vantagens! Eu acho que desfrisar em casa só não traz vantagens caso não tenhas mesmo jeito ou tenhas grandes receios de arriscar-te a desfrisar sozinha, então nesse caso aconselho-te mesmo a ir a um cabeleireiro profissional! (No final do post vou deixar sugestões de bons cabeleireiros para desfrisar o cabelo, não te preocupes).

Passo-a-passo de como desfrisar em casa?

  1. Divide o cabelo em 4 secções iguais.
  2. Penteia muito bem cada secção com uma escova Tangle Teezer ou um pente de dentes largos.
  3. Satura o comprimento de cada secção com um óleo natural espesso (ex.: óleo de rícino, óleo de coco, etc.) ou um condicionador espesso ou vaselina. Não ponhas nada na raiz, ou seja, a parte que vai ser desfrisada!
  4. Em cada secção tira uma pequena mecha de cabelo, aplica um pouco de vaselina no couro cabeludo para o proteger, e a seguir faz um twist nessa mecha como mostra a figura do lado direito. Fazendo estes twists, o processo de desfrisagem torna-se mais rápido porque as mechas já estão divididas, e assim não permite que o desfrisante fique durante muito tempo a actuar no cabelo.
  5. Cobre as duas secções da frente com duas toucas de plástico. (Vê o vídeo abaixo para perceberes melhor).
  6. Põe vaselina no topo das orelhas ou noutras partes sensíveis da pele que podem vir a ser tocadas pelo desfrisante.
  7. Aplica o desfrisante numa das secções de trás com a ajuda de um pincel. O tempo máximo de aplicação para as duas secções de trás deve ser de 11min. 
  8. Depois de seguires as indicações do tempo descritas na embalagem do desfrisante, lava muito bem as duas secções traseiras com um shampoo neutralizante (cerca de 3 lavagens com shampoo) e aplica uma máscara proteica. 
  9. Repete os passos 7 e 8 para as secções frontais. 
  10. Deixa a máscara de proteínas actuar durante 10 a 15 minutos e enxagua.
  11. Se tiveres o condicionador Roux Porosity Control aplica-o e deixa actuar durante 5min. Este condicionador controla a porosidade do cabelo. Como o desfrisante faz subir os níveis de pH do cabelo, deixando-o mais ressequido e com as cutículas abertas, o condicionador Roux vai fazer a acção contrária: selar as cutículas e baixar os níveis de pH. Se não tiveres o condicionador, uma semana depois do desfriso faz uma lavagem com vinagre maçã para obteres resultados idênticos. Lê mais aqui.
  12. Depois do condicionador Roux Porosity Control, faz um tratamento intensivo com uma máscara hidratante durante 30 a 45 minutos.
Nota: No passo 8, há quem use primeiro uma máscara proteica durante 5 minutos (ex.: ORS Olive Oil Replenishing ou Aphogee 2 Min) e só depois usa o shampoo neutralizante. Dizem que desta forma as proteínas conseguem entrar melhor nos fios pois as cutículas ainda estão totalmente abertas.

Este vídeo exemplifica tudo o que expliquei nos passos acima:


O que deves ter em conta antes de desfrisar:

  • Se não for a primeira vez que desfrisas, NÃO deves aplicar desfrisante nas pontas! O desfrisante deve ser UNICAMENTE aplicado na raiz do cabelo! Mesmo que aches que as pontas ficaram mal desfrisadas e estejas tentada a colocar o desfrisante, não o faças! Espera que o cabelo cresça mais um bocado e depois cortas essa parte. Desfrisar o cabelo que já foi previamente desfrisado vai torná-lo super fraco, sensível e vai estar propício a partir-se, não é mesmo nada aconselhável!
  • Não uses um desfrisante super, a não ser que tenhas o cabelo tipo 4C e queiras super liso! Na minha opinião acho o super bastante forte e desnecessário. Há várias marcas de desfrisantes rotulados com "regular" na embalagem e no entanto, umas marcas são mais fortes que outras. Por isso, se o desfrisante regular de uma marca não funciona contigo pode resultar o regular de outra marca.(*)
  • Deves ter cuidado a desfrisar as secções traseiras. É muito fácil um bocado de desfrisante ir parar às pontas se não tiveres muita atenção! Portanto, se tiveres alguém em casa que te possa ajudar a desfrisar é preferível pedir ajuda neste passo.
  • Se ainda não passaram pelo menos 8 semanas da última vez que desfrisaste, espera até completarem as 8 semanas (2 meses)! O aconselhável mesmo é desfrisar de 10 em 10 semanas!
  • Se o teu desfrisante é um No-Lye e se já tiveres misturado o activador no desfrisante, não o poupes com a esperança de o guardar no frigorífico para usares uma próxima vez! No, no, no , nooo!! Não faças isso! Sei que pode parecer parvo mas já ouvi casos de pessoas que guardaram o desfrisante no frigorífico para o conservar. Assim que o desfrisante foi misturado só dá para ser usado naquele dia! Nem penses em guardá-lo se não queres ficar careca!
  • Tenta evitar ao máximo aplicar o desfrisante no couro cabeludo!
  • Antes de desfrisares veste uma t-shirt e calças velhas, pois o desfrisante contém químicos que podem estragar certas roupas.
  • Enquanto o desfrisante está a actuar no cabelo, não penses sequer em penteá-lo! Se quiseres alisá-lo com um pente usa a parte traseira do mesmo.

Sugestões de bons e maus desfrisantes na minha opinião:
Os meus desfrisantes preferidos

(*) Por exemplo, o desfrisante regular da Dark & Lovely Shea Butter Moisture Plus, no meu cabelo, é mais "forte" que o desfrisante regular da ORS Olive Oil No-Lye. Ou seja, o Dark & Lovely mesmo o regular, deixa o meu cabelo super liso se não o misturar com nenhum óleo natural. 


Sugestões de bons cabeleireiros para desfrisar:
O melhor cabeleireiro para desfrisar que já fui, foi ao salão da Ritinha! Quando era mais nova já percorri milhares de cabeleireiras e nunca nenhum me desfrisou tão bem como a Ritinha. Esta cabeleireira tem bastante atenção em só desfrisar a raiz, desfrisa com muito cuidado e não deixa que o produto "arda" no couro cabeludo, além disso faz tratamentos nutritivos depois do desfriso. O cabelo sai de lá muito bem desfrisado! Penso eu que ela usa o desfrisante ORS Professional Lye Relaxer.
Este salão de cabeleireiro fica localizado na Margem Sul do Tejo no Miratejo (Corroios). Para saberes como ir para lá, vê as indicações neste post.

domingo, 28 de junho de 2015

50 Factos Sobre Mim


É raro fazer posts a falar sobre mim...hoje chegou o dia e decidi dedicar este post a "cusquices" sobre mim mesma. Aqui vão elas...

50 Factos sobre mim:
1. Adoro doces (chocolates, gomas, bolachas com chocolate e mais chocolate *.*)
2. Não gosto de beber sem comer e vice-versa, faz-me impressão.
3. Não gosto muito de álcool (bebo apenas em convívios).
4. Não tenho o hábito de beber água (agora já consegui ganhar o hábito, mas ainda acontece por vezes esquecer-me de beber! Lol)
5. Adoro ver séries! Podia ver a toda a hora!!!
6. Prefiro mil vezes ficar em casa a jogar ou a ver filmes com amigos do que saídas à noite! Sou bastante caseira.
7. Em média saio à noite umas 5 vezes por ano e se não é muito!
8. Sou muito persistente e determinada!
9. Amo dormir!! (Acho que é das coisas que mais amo neste Mundo hahah)
10. Não suporto desonestidade!
11. Adoro aprender!
12. Fascinam-me a ciência e as novas tecnologias.
13. Adoro ver documentários!
14. Amo ajudar as pessoas de espontânea vontade, é das melhores sensações que se pode sentir!
15. Uma das minhas maiores alegrias é ver as pessoas que gosto felizes!
16. Já pratiquei 4 desportos diferentes: ginástica rítmica, ginástica de trampolim, natação e ténis.
17. Ganhei 7 medalhas de natação, uma delas de melhor nadadora do ano, e ganhei uma de atletismo também.
18. Sou pééééssima a decorar nomes de pessoas!
19. Não fumo e detesto o cheiro a tabaco!
20. Amo viajar, principalmente para países com culturas muito dispersas da minha!
21. Sou bastanteeee distraída! Posso passar mesmo ao lado da minha melhor amiga e não reparar nela lol.
22. Sou muito organizada com as coisas do meu quarto e noto quase sempre quando alguém mexe (apesar de ser distraída com quase tudo o resto lol).
23. Sou um pouco esquisita com as minhas coisas e não gosto que as usem sem que me peçam.
24. Adoro imensas coisas que levam frutos vermelhos (chás, limonadas, sangrias, sobremesas, compotas, etc.)
25. O acessório de roupa que mais amo são malas. Amo, amo!
26. Encaro os problemas dos outros como meus problemas, e maior parte das vezes mesmo inconscientemente, mexem com o meu bem estar.
27. Por vezes não demonstro a minha felicidade por não ser muito expressiva, no entanto lá dentro morro de alegria!
28. Odeio insectos, tenho medo e nojo deles...todos eles... até mesmo borboletas que a maioria acha a fofura!
29. Adoro pessoas com sentido de humor e que levam a vida na descontra.
30. Considero-me boa ouvinte e boa conselheira.
31. Adoro picles de pepino do McDonald's!
32. Um país e uma cidade que mais amei visitar: Cuba e Barcelona.
33. Se não durmo bem não consigo sequer disfarçar o meu mau humor. (A minha mãe diz que sou uma leoa quando não dorme e uma anjinha quando dorme bem lol)
34. Sofro maior parte das vezes por ansiedade.
35. I overthink things too much!
36. Não gosto de Snapchat, aliás acho estúpido maior parte dos snaps que vejo as pessoas a fazerem!
37. Sou calma e também impulsiva (confuso, certo? Yeah, I know...)
38. Não ligo a futebol.
39. Não tenho tatuagens nem tenciono fazer.
40. Tenho apenas um piercing no umbigo, além dos meus 5 furos nas orelhas.
41. Sou fascinada pelo meu tom de pele, tanto a cor como a sua uniformidade.
42. Posso alimentar-me o dia todo só com cereais e bolachas.
43. Sou daquelas pessoas que quando não tem cereais ou bolachas em casa, acha que vai morrer à fome.
44. Sou muitoooo preguiçosa!
45. Tenho medo das alturas e de andar de avião.
46. Sou um pouco hipocondríaca.
47. Um dos meus sonhos é poder ter uma casa e decorá-la toda ao meu estilo.
48. Um dos meus jogos favoritos é o GTA.
49. As minhas lojas preferidas são a Aldo e a Blanco.
50. Bow Wow, Ja Rule e Jennifer Lopez são os 3 cantores que me deixavam louca no meu tempo de juventude (Yeah I'm kinda old now lol). Eu era suuuuper fã desses 3, até chorava por eles! Hahah

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Dicas para o dia-a-dia do cabelo

Deixo-te aqui algumas dicas maravilhosas para o cabelo :)


  • Shampoo Bomba de Cebola
A cebola como é rica em enxofre, tem vários benefícios para o cabelo, entre eles: tratar a caspa, é antifúngica e antibacteriana, activa a circulação sanguínea no couro cabeludo, acelera o crescimento dos fios, diminui a queda, fortifica o cabelo e alivia a irritação e comichão no couro cabeludo.
Já deves ter ouvido falar do famoso shampoo bomba de cebola, é bastante conhecido no Brasil. Mas se nunca ouviste falar não te procupes, explico-te tudo já já...
É muito fácil de fazer, só precisas de...
- Um shampoo sem sulfato de 200ml ou 300ml
- Uma cebola média/grande
Cortas a cebola em pequenos pedaços e colocas os pedacinhos todos num frasco maior que 200 ou 300ml e depois juntas para lá o teu shampoo sem sulfato. Esperas 15 dias para poderes começar a usá-lo. 
A receita que descrevi acima é a mais conhecida mas eu fiz de uma forma um pouco diferente:
Com duas garrafas de plástico de 100ml da Primark e uma cebola pequena/média fiz o shampoo bomba. Desta forma não me permite gastar todo o shampoo que tenho, assim só uso um pouco e sempre que quiser lavar com o shampoo sem a cebola tenho ainda algum que reste. E como tenho o shampoo ORS HAIRepair Invigorating e o Creme of Nature Argan Oil Moisture & Shine, fiz com os dois shampoos um em cada embalagem de 100ml. 
Ainda não consigo contar os resultados porque só o fiz na semana passada. 


  • ACV Rinse para eliminar a caspa
O vinagre de maçã é um óptimo remédio para eliminar a caspa! É um dos melhores remédios naturais para este problema. E tem um pH muito idêntico ao pH do nosso cabelo, daí ser tão bom!
Numa garrafa de 1 Litro de água mistura 75ml de vinagre de maçã (cerca de 5 colheres de sopa). Depois de lavares o cabelo com o shampoo e condicionador faz o enxaguamento final com esta mistura.
Podes ler mais sobre os benefícios do vinagre para o cabelo neste post.


  • Misturar vinagre e uma máscara hidratante
Além dos benefícios do ACV Rinse (enxaguamento com vinagre de maçã), outro tratamento espectacular é mistura do vinagre de maçã e uma máscara hidratante. A receita é a seguinte, num recipiente mistura 2 ou 3 colheres de chá de uma máscara hidratante que tenhas e 1 colher de chá de vinagre de maçã. Opcionalmente, podes também acrescentar um óleo natural que gostes.
O vinagre de maçã com a máscara vão ajudar a selar as cutículas dos fios e irão ficar mais macios, maleáveis e brilhantes.


  • Mistura de ORS Hair Mayonnaise + JBCO + Óleo de coco

Este é o meu tratamento preferido de nutrição! Misturo 3 colheres de chá da máscara ORS Hair Mayonnaise, 1 colher do JBCO e mais outra de óleo de coco. O resultado é um cabelo tão hidratadooo, macio, sedoso, apetecível de tocar! Adoro!


  • Não remover completamente o condicionador
Um bom truque para ter o cabelo macio durante dias e dias é deixar um bocado de condicionador no cabelo durante a lavagem. 
Por acaso já me tinham dito há muito tempo este truque, mas tinha sempre a tendência de passar com o chuveiro até que o condicionador saísse todo... fazia-me impressão ter que deixar restos de condicionador no cabelo... Contudo, ultimamente tenho deixado um pouco do condicionador e o meu cabelo anda tão macio! Mesmo depois de 3 dias ainda continua com a mesma maciez! O condicionador que uso é o da Herbal Essences Sensuously Smooth, é amaziiing!


  • Tónico natural de alho
Como já tinha falado neste post, o alho é um excelente tratamento para a queda de cabelo, além disso estimula o crescimento dos fios e fortifica a raiz. 
Para fazeres este tónico 100% natural de alho só precisas destes ingredientes:
- 6 dentes de alho
- Jamaican Black Castor Oil (promove o crescimento do cabelo, ajuda a fortalecer, engrossa os fios, torna o cabelo mais cheio)
- Azeita Extra-virgem (aumenta a elasticidade dos fios, amacia, promove o crescimento do cabelo, dá brilho)
Corta os 6 dentes de alho aos pedacinhos, numa garrafa de 100ml (pode ser uma daquelas da Primark) junta tudo lá para dentro, acrescenta cerca de 25ml de JBCO (equivale a um pouco menos de 2 colheres de sopa) e 75ml de azeite extra-virgem. É necessário esperar pelo menos 24h até poderes começar a usar.
O modo de utilização é muito simples... coloca a embalagem em banho-maria e depois de aquecida aplica bem o tónico no couro cabeludo ao mesmo tempo que massajas. Se quiseres também podes usar o tónico no comprimento dos fios. Coloca uma touca de alumínio/plástico e deixa actuar durante 1h ou 2h, ou se preferires durante a noite. A seguir lava o cabelo normalmente com um shampoo e máscara ou condicionador. 
Faz este tratamento 2 ou 3 vezes por semana. 
É preferível usar um tónico natural do que aqueles já feitos vendidos nas lojas. O cabelo gosta de tudo o que seja o mais natural possível!

domingo, 14 de junho de 2015

Unhas de Gel

Descansando um pouco o tema sobre cabelos, hoje venho falar das unhas de gel.
Por curiosidade, no ano passado, comecei a fazer verniz de gel. Não como objectivo de emprego, mas apenas como passatempo... faço a mim mesma e às vezes à minha mãe também. Há bem pouco tempo aprendi a fazer também unhas de gel e é o que tenho sempre feito até então.

Decidi começar a fazer verniz de gel e posteriormente unhas de gel, porque já estava cansada de estar constantemente a pintar as unhas com verniz normal todas as semanas! Adoro ver as unhas bem arranjadas, mas o facto é que sou uma pessoa bastante preguiçosa e por isso desleixava-me um bocado nesse aspecto... E algo que odeio é ter que esperar uma eternidade até que o verniz seque, oh gosh, não há paciência! Ainda cheguei a comprar uns spray secantes, mas mesmo assim gastavam-se num ápice!
Se há cada vez mais pessoas a fazerem verniz de gel ou mesmo unhas de gel, porque não eu tentar também?! E foi com esse espírito que me aventurei!
Nunca tive intenções de gastar muito dinheiro, muito menos meter-me em formações para aprender... Não sou tão fanática por unhas como sou com o meu cabelo e além disso adoro descobrir e aprender tudo por mim própria, pesquisar, investigar, and so on...



As fotos acima foram tiradas hoje. Fiz unhas de gel e a cor é do verniz de gel Andreia 201.

Como comecei?


O forno UV foi a primeira coisa que comprei. Comprei-o a 20€ no eBay e como vêem na foto vem com ficha inglesa...não foi engano, tive mesmo intenções de o comprar assim...porque como vem da China as fichas inglesas são mais seguras do que as fichas europeias que eles fazem... para eu não correr riscos prefiro a ficha inglesa e depois usar um adaptador. O forno já veio com as lâmpadas incluídas... uso-o todos os meses já quase há um ano e ainda não se fundiram. Existem já uns fornos LED bastante em conta, e apesar de serem melhores preferi ainda não comprar porque já li algures que nem todos os vernizes curam com luzes LED.
Para proteger as mãos das radiações UV aplico antes um protector solar e uso estas luvas.

Os outros dois materiais que comprei foram os vernizes base e top coat (base e brilho em português penso eu).
Um à parte... tudo o que aprendi foi maioritariamente em sites ou vídeos em inglês e há pouco tempo quando andei a pesquisar em sites portugueses, li vários termos e nomes tão estranhos que senti-me perdida lol.
Bem, mas como estava a dizer, a base e o top coat que comprei foram os da marca Gelish By Harmony que é uma das melhores marcas de verniz de gel que existem (a Shellac também é muito boa!).
Porém, inicialmente comprei uma base e top coat da marca Sina/Lina, era a mais barata, mas é mesmo muito péssiiimaaaa!! O verniz de gel não dura nada com essa base e top coat, e além disso o top coat não deixa brilho nenhum! Depois disso lá pesquisei e vi excelentes comentários sobre a Gelish.
Para um verniz custa dar-me muito dinheiro por ser algo tão pequeno que não me enche o olho... mas pronto lá teve que ser... O kit base + top coat da Gelish custou à volta dos 30€ e também foi comprado no eBay. Ter um bom verniz base e top coat faz mesmo toda a diferença!!! O verniz de cor pode até não ser lá grande coisa mas se a base e o top coat forem muito bons, vais ter unhas que duram um longooo tempooo!
Da marca Gelish também comprei um structure gel que serve para fortalecer e reparar as unhas. Uso-o antes de aplicar o gel construtor.
Vendo bem, até compensam esses vernizes porque já tenho há quase um ano, já os utilizei não só em mim todos os meses como com em mais algumas amigas e primas, mesmo assim ainda não se acabaram!
Um bom vendedor dos vernizes Gelish no eBay é este aqui.

O gel construtor foi comprado também no eBay e é daquela marca Sina/Lina que disse que era péssima... E realmente a base e o top coat são péssimos, no entanto o gel construtor é muito bom! Nunca experimentei outro, mas até agora este tem me dado os resultados que pretendo! Custou-me 1€. Podes comprar neste vendedor, é fiável.

Quanto aos vernizes de gel de cor, tenho várias marcas... A marca Gelpolish (imitação da Gelish) comprei no eBay, posso dizer que tive sorte com alguns vernizes em que a cor é consistente e o verniz dura, e tive azar com outras cores em que o verniz é bastante aguado... Comprei-os neste vendedor do eBay. Os vernizes vêm de Hong Kong e a entrega demora uma eternidade -.-'
Os meus preferidos até agora são os da marca Andreia, no entanto a Gelpolish tem uma maior diversidade de cores! Os vernizes de gel da Andreia costumo comprar nas lojas Diamantino Viegas. São duradouros e as cores que tenho têm uma consistência viscosa.
Também tenho um da marca Inocos (marca patrocinada pela Pipoca Mais Doce) que é verde-azulado muito lindo! Adoro esse verniz, tem um tom brilhante diferente do resto!

Em relação aos restantes produtos, uso limas da O.P.I. 100/180, que são mais rugosas, para limar as unhas de gel. E tenho outras limas da Primark, menos rugosas, que limo as minhas unhas naturais sem o gel, e são maravilhosas!
O cleanser e o removedor de verniz de gel também são da marca Andreia, comprados na Diamantino Viegas. São óptimos!
Os restantes acessórios encontram-se facilmente à venda nas lojas/armazéns chinesas. No Martim Moniz há várias lojas a venderem coisinhas girinhas para as unhas a preços em conta.
Outro pormenor... os pads de limpar as unhas, prefiro os mais grossos/duplos porque limpam melhor sem deixar restos de algodão nas unhas e acabam por ser mais económicos também.

Ahhh e já me esquecia de dizer que o óleo para as cutículas não o compro, faço o meu próprio! Nada melhor do que usar um óleo 100% natural para as cutículas. Os óleos que uso para o cabelo também são os meus óleos para as unhas, 2 em 1 fantastic!
Misturo um pouco de óleo de coco, óleo de jojoba, azeite extra-virgem, óleo de semente de uvas e óleo de tea tree (este último óleo que citei é anti-fúngico e anti-bacteriano, mesmo muito bom!). O óleo de jojoba e vitamina E também são óptimos para as cutículas!
Clica aqui para veres uma receita de óleo para as cutículas.

Existem milhares de produtos e acessórios, mas este é o meu kit básico. Ainda não tive necessidade de ter mais e só com este kit consigo ter o tipo de unhas que gosto.
Não quis comprar aqueles kits que vendem já feitos porque acabam por ser mais caros do que os produtos que escolhi comprar individualmente, e não só, como pude escolher os materiais e marcas dos vernizes que gosto.

Mesmo que se gaste algum dinheiro no inicio para comprar todo o material que se necessita, ao fim de um tempo acaba por compensar os 10 ou 20€ mensais que se gasta lá fora a fazer verniz e unhas de gel!
Aprendi os truques todos com amigas, e com o Youtube essencialmente, mas a perfeição vem mesmo com a prática e com o tempo... vai-se aprendendo a fazer melhor com os erros...
Estou bastante satisfeita porque agora fico um mês sem me preocupar com as unhas, para mim é um grande alívio! Odeio todo o processo e a demora que leva a fazer as unhas de gel, por vezes não tenho a mínima paciência...no entanto compensa, já que não me dão chatices todas as semanas!

Exemplo de um bom site que ensina a fazer unhas de gel: unhasdegel.co.pt
E aqui ajuda a fazer verniz de gel: lojacrazyfor.com
O site lojacrazyfor que mencionei acima é português, também vendem vários acessórios, vernizes de gel, entre outros... e fazem entregas com correio azul, registado ou pode-se levantar na loja.

Deixo aqui alguns vídeos que me ajudaram:
Verniz de Gel:
00:37 - Aplica-se o verniz base coat (base) e vai ao forno UV durante 1min. (LED 30seg.)
01:14 - Aplica-se o verniz de gel de cor, vai ao forno UV durante 2min. (LED 30seg.) e volta-se a aplicar outra camada de verniz de gel de cor e vai mais uma vez ao forno UV durante 2min. (LED 30seg.).
02:24 - Aplica-se o top coat e vai ao forno UV durante 2min. (LED 30seg.).
02:44 - Limpa-se as unhas com um pad e o cleanser.
02:49 - Põe-se o óleo para as cutículas.


É muito parecido ao vídeo anterior.

Remover o verniz de gel:
00:48 - Com uma lima remove-se a camada brilhante (do top coat).
01:13 - Embebeda-se o algodão com acetona 100% pura ou com removedor de verniz de gel. Embrulham-se os dedos com algodão embebido e um bocado de folha de alumínio.
01:41 - Deixa-se estar durante 10 a 20 minutos.
01:54 - Tiram-se os bocados de folha de alumínio e algodão dos dedos.
02:20 - Com o 'empurra cutículas' tira-se o resto do verniz de gel que ficou.
02:53 - Se não ficar tudo removido, volta-se a embrulhar os dedos com o algodão e os bocados de folha de alumínio.
03:05 - Lima-se as unhas gentilmente, lava-se as mãos, aplica-se um verniz endurecedor e óleo para as cutículas.

Unhas de Gel:
Com tip (extensão):
00:40 - Escolhe-se o tip apropriado para cada unha.
01:05 - Lima-se um pouco o tip para criar a forma adequada à unha.
03:17 - Cola-se o tip à unha de baixo para cima, e segura-se durante cerca de 10seg. para ficar completamente colado.
04:44 - Corta-se os tips com uma guilhotina ou tesoura (é preferível uma guilhotina!)
05:36 - Lima-se um pouco o tip para ficar ao mesmo nível que a unha.

Extensões feitas com gel:

Remover as Unhas de Gel:


sexta-feira, 12 de junho de 2015

Como voltar a ter o cabelo natural?


Apesar de cada vez mais se ver as pessoas a voltarem a usar o cabelo natural afro, ainda existe muita informação incorrecta sobre o cabelo africano a circular por aí.

Há muitas pessoas que mostram vontade em voltar a usar o cabelo natural, mas por falta de informação sentem-se perdidas e não sabem como fazê-lo. Se és uma dessas pessoas, estás no sítio certo! Vou ajudar-te!

Tenho o cabelo desfrisado, como posso voltar ao natural?
  • Lavar o cabelo desfrisado muitas vezes com água
  • Esperar alguns meses para o desfriso desaparecer
  • Usar um produto específico que remova o desfriso do cabelo
  • Usar tranças para o cabelo desfrisado ficar natural
Nenhum dos "métodos" que escrevi anteriormente estão correctos! São simplesmente mitos! Se os ouves por aí, ignora-os porque não funcionam de jeito nenhum! 
Em primeiro lugar, o desfriso não desaparece! Assim que desfrisas o cabelo vai ficar liso para SEMPRE! Não há nenhum produto mágico, nenhuma fórmula cor-de-rosa que remova o desfrisante...esquece essa ideia! E também não te aconselho a esperar até que o desfriso saia, vais te cansar... como já disse o desfriso não sai, dura para sempre! O químico do desfrisante altera a estrutura do fio de cabelo e não há nenhuma maneira que o faça voltar ao que era antes.

As únicas hipóteses que existem para voltar a ter o cabelo natural são as seguintes:
  • Big Chop
  • Transição
Big Chop - como o nome indica, é o método mais radical. Consiste em cortares o comprimento todo do cabelo que foi desfrisado e só deixares a parte natural (a que vulgarmente chamamos de raiz).

Transição - Significa esperares que o cabelo natural cresça até um tamanho que aches aceitável para depois cortares as pontas desfrisadas (lisas).


Big Chop
Se estás a pensar em fazer o Big Chop, o primeiro passo é arranjar uma tesoura própria para cortar o cabelo. Não cortes com uma tesoura normal de papel, podes correr o risco de ficar com as pontas espigadas! Uma boa marca é a Tweezerman, podes encontrar à venda no eBay. 

Segundo passo: fazer o Big Chop!


Terceiro passo: Depois de já teres o Big Chop feito, agora só te falta criar um regime semanal. Clica aqui para aprenderes a cuidar do cabelo natural.


Transição
Se optaste pelo processo de transição, chegou a hora de dizeres bye bye às caixas de desfrisantes. 
Aponta num calendário a data que começaste a transição e cria já o teu regime semanal apropriado a esta nova fase do teu cabelo. Para veres detalhadamente como cuidar do teu cabelo nesta nova etapa, clica aqui.
Um conselho: todos os meses ou de dois em dois meses vai cortando 1cm ou 2cm das pontas e quando deres conta as partes desfrisadas já se foram todas embora.

Como evitar a queda de cabelo durante a transição?
  • Evita o calor - O calor excessivo danifica as proteínas naturais do cabelo e consequentemente altera a textura natural, por isso evita usar utensílios quentes como os alisadores/chapinhas, secadores, ou mesmo a exposição ao Sol durante muito tempo sem nenhuma protecção! 
  • Aposta em penteados que não exijam muitos cuidados - As tranças são uma boa aposta! Se fizeres tranças não precisas de te preocupar em cuidar do cabelo todos os dias. Se não gostares de tranças podes, por exemplo, fazer Bantu Knots Out, Twist Outs, etc. Mas nem penses em alisar o cabelo, no way!
  • Penteia o cabelo gentilmente - No fio de cabelo, a zona de delimitação entre a parte natural e a parte desfrisada é muito sensível e frágil. Portanto, penteia o cabelo apenas com pentes de dentes bem largos ou a Tangle Teezer ou mesmo se te der jeito só com os dedos é o suficiente. 
  • Deep Conditioning (Tratamentos com Máscaras) - A parte desfrisada do teu cabelo precisa de muitas proteínas para compensar as proteínas que foram eliminadas pelos químicos do desfrisante. Trata de fazer tratamentos proteicos quinzenalmente e para equilibrar o uso de proteínas faz tratamentos com máscaras hidratantes também quinzenalmente. (Se te sentes perdida em relação a isto dos tratamentos com proteínas e hidratação, clica aqui.)
  • Paciência e dedicação - Estas são as palavras-chave para combater a queda do cabelo causada pela transição! Cuidar de duas texturas completamente diferentes não é mesmo nada uma tarefa fácil! Não te assustes se te deparares com imensa queda de cabelo enquanto estás em transição, porque é mesmo normalíssimo...aquela zona de delimitação entre as duas texturas, natural e lisa (desfrisada), é muito sensível e é aí onde geralmente os fios se partem.
Exemplos de Penteados para se usar enquanto se está em transição:
- Tranças
- Perucas
- Extensões
- Bantu Knots Out
- Twist Outs
- Braid Outs
- Flexi Rods
- Curlformers
- Curly Fro
- Flat Twist Outs
etc...
Vê todas as sugestões neste postneste também.


domingo, 7 de junho de 2015

Método LOC vs Método LCO

Com certeza já deves ter ouvido falar do Método L.O.C.. Nunca fiz nenhum post especificamente dedicado a ele, porém já falei um pouco neste post.

Hoje venho falar mais detalhadamente sobre o método LOC e o mais recente método LCO (não é tão recente quanto isso por acaso lol).

Método L.O.C.

O método L.O.C. tem como propósito deixar o cabelo hidratado por um longo período de tempo, tal como o Moisturize & Seal que tanto costumo falar.
O Moisturize & Seal foi o primeiro método que surgiu e depois foram descobrindo outros mais eficazes como o L.O.C e, posteriormente o L.C.O..

Podes fazer este método depois de lavares o cabelo ou sempre que o sentires seco. Se o teu cabelo costuma estar frequentemente seco, faz o método todos os dias, ou então 2 ou 3 vezes por semana... como o teu cabelo gostar mais... Não há nenhuma regra para as quantidades de vezes por semana que se deve fazer o LOC.

As siglas do método L.O.C. significam Liquid/Leave-in, Oil e Cream. É por esta ordem que deves aplicar os produtos no cabelo.

1º Passo - Molhar o cabelo e/ou usar um leave-in
2º Passo - Usar um óleo natural
3º Passo - Usar um creme espesso/manteiga.

Líquido/Leave-in:
Há duas formas de fazer o método LOC... Há quem faça só usando um líquido (mais comum a água) e há quem faça com leave-in, ou com os dois...
A água é extremamente importante porque proporciona hidratação ao cabelo! Sem água o nosso cabelo nunca retinha comprimento!
O leave-in é igualmente importante porque contém água e mais outros ingredientes selantes que fazem o cabelo permanecer hidratado durante mais tempo.
No meu método LOC, o que faço é o seguinte: se tiver acabado de lavar o cabelo, aplico um leave-in, depois um óleo e um creme espesso/manteiga; se o cabelo estiver seco aplico apenas um creme aguado (até pode ser um leave-in), depois um óleo e um creme espesso/manteiga.


1. Herbal Essences Pontas Sedosas Creme
Onde comprar? Nos hipermercados Continente ou Jumbo (desconfio que tenham descontinuado este maravilhoso produto :'( )
2. Aphogee Keratin and Green Tea Resctruturizer
Onde comprar? Na loja online deste Blog: Produtos-Afro.com
3. Cantu Shea Butter Leave-in Conditioning Repair Cream
Onde comprar? Na loja online deste Blog: Produtos-Afro.com
4. Cantu Shea Butter Moisturizing Curl Activator Cream
Apesar deste produto não ser um leave-in, é aguado e hidrata lindamente o cabelo!
Onde comprar? Na loja online deste Blog: Produtos-Afro.com
5. Garnier Ultra Suave Óleo de Abacate e Manteiga de Karité Creme de Pentear
Onde comprar? Nos hipermercados Continente ou Jumbo
6. Scurl "No Drip"
Também não é um leave-in, mas é aguado e muito hidratante!
Onde comprar? Na drogaria São Domingos no Rossio.

Óleo Natural:
O papel do óleo é selar as cutículas para que a hidratação não seja perdida ao longo do tempo.
Quando molhamos/hidratamos o cabelo as nossas cutículas dos fios são ligeiramente abertas para que as moléculas de água possam entrar. Se, posteriormente, as cutículas não forem fechadas/seladas, as moléculas de água saem e o cabelo volta a ficar seco e desidratado. Daí a importância de se usar óleos naturais a seguir... As moléculas dos óleos são demasiado espessas e irão criar uma espécie de barreira à volta dos fios para que a hidratação não se perca.

Depois de molhares ou aplicares o teu leave-in favorito, põe um pouco de um óleo natural, essencialmente nas pontas. Não precisas de aplicar grandes quantidades porque a seguir vais voltar a selar os fios com um creme espesso ou uma manteiga!


1. Óleo de Coco Extra-Virgem
Onde comprar? Nas lojas Celeiro ou nas ervanárias ou no site iHerb.com (usa este cupão de 5 dólares para a tua primeira compra - RAQ119)
2. Jamaican Black Castor Oil
Onde comprar? Na loja online deste Blog: Produtos-Afro.com
3. Azeite Extra-Virgem
Onde comprar? Em qualquer supermercado
4. Óleo de Semente de Uvas (Grapeseed Oil)
Onde comprar? Nas lojas Celeiro ou no site iHerb.com (usa este cupão de 5 dólares para a tua primeira compra - RAQ119)
5. Óleo de Abacate (Avocado Oil)
Onde comprar? Nas lojas Celeiro ou no site iHerb.com (usa este cupão de 5 dólares para a tua primeira compra - RAQ119)


Creme Espesso/Manteiga:
Aplicar um creme espesso ou uma manteiga vai ajudar a selar ainda mais as cutículas dos fios para não haver nenhuma "falha" caso a hidratação se queira "escapar"!
Sem dúvida, o creme perfeito para este último passo é a Manteiga de Karité 100% natural! Mas existem mais opções que vou listar a seguir...


1. Manteiga de Karité 100% Natural (Shea Butter)
Onde comprar? Nas lojas Celeiro ou no site iHerb.com (usa este cupão de 5 dólares para a tua primeira compra - RAQ119)
2. Cantu Shea Butter Coconut Curling Cream
Onde comprar? Na loja online deste Blog: Produtos-Afro.com
3. Shea Moisture Curl Enhancing Smoothie
4. Elasta QP Olive Oil & Mango Butter Moisturizer
Onde comprar? Nas lojas Diamantino Viegas (Saldanha, Alvalade, Arroios...)
5. Keracare Natural Textures Butter Cream
Onde comprar? No site LookFantastic.com
6. Beautiful Textures Moisture Butter Whipped Creme
Onde comprar? Nas lojas Diamantino Viegas (Saldanha, Alvalade, Arroios...)
7. Cantu Shea Butter Grow Strong Strengthening Treatment


Resultado do Método LOC nos Braid Outs de 4 dias:

Produtos usados:
Cantu Shea Butter Moisturizing Curl Activator Cream;
Óleo de Coco Extra-virgem;
Manteiga de Karité 100% natural 


Método L.C.O.

Este método é muito idêntico ao método anterior... Aliás, na realidade são iguais, a ordem dos últimos dois passos é que inverte.
Neste método os passos são então estes:

1º Passo - Molhar o cabelo e/ou usar um leave-in
2º Passo - Usar um creme espesso/manteiga
3º Passo - Usar um óleo natural.

Se já experimentaste o método LOC e não foi suficientemente hidratante para o teu cabelo, então dá uma oportunidade ao método LCO.
O método LCO é bastante eficaz para quem tem o cabelo bastante poroso. (Vê aqui se o teu cabelo é poroso.) ou para quem tem um cabelo muito seco e frisado como é o caso de um cabelo tipo 4C.

Qual dos dois métodos o melhor?
Depois do surgimento do método LOC, algumas pessoas constataram que faria mais sentido o óleo ser o último produto a ser aplicado, por ser o único que tem realmente propriedades selantes...

Na minha opinião, se no método LOC se usar manteiga de karité, que é um produto extremamente espesso, resulta muito bem! Mas caso no passo final se use um creme não tão espesso (p.e. Beautiful Textures Whipped Creme), acho que se deve optar pelo método LCO.




Mensagens antigas Página inicial