segunda-feira, 26 de março de 2018

NOVIDADES (Vou voltar ao cabelo natural?... Difamações?...) Lê mais aqui...

Intrigada com esta situação...



Hoje decidi escrever este post porque soube de algo que me deixou um bocado intrigada...

Vamos começar pelo inicio...

Uma das perguntas que os leitores mais me fazem aqui no Blog é "Conheces algum bom cabeleireiro para o cabelo africano?"... há pessoas que me perguntam quais são os melhores cabeleireiros para desfrisar o cabelo e outros pedem-me sugestões de bons cabeleireiros para o cabelo natural.
Bem, vocês sabem a minha aversão e trauma à maioria dos cabeleireiros. Sempre fui mais apologista de tratar do meu próprio cabelo, ao menos se algo correr mal culpo-me apenas a mim.
Mas apesar da minha pouca à vontade com grande parte dos cabeleireiros, ainda conheço alguns muito bons e foram esses que escolhi aconselhar no meu Blog!
Sempre aconselhei de livre vontade, e esses cabeleireiros acabaram por ganhar vários clientes através do Blog sem nunca pedir nada em troca, esse não era o meu objetivo!

Algumas pessoas que foram a esses cabeleireiros através do Blog soube porque ou elas próprias depois contaram-me a experiência, outras vezes foram os cabeleireiros que me avisaram que foi a pessoa X e Y que foi porque viu no meu Blog, mas há muitas mais que eu não sei, nem vou saber, mas espero que tenham ficado satisfeitas.

Acontece que recentemente soube que um dos cabeleireiros que tanto aconselho os meus leitores e seguidores do meu Blog, tem me gratificado com difamações e mordacidades do meu trabalho quanto Blogger!
Eu não sou muito de expressar-me perante este tipo de situações publicamente, nem nunca me lembro de ter feito nada parecido aqui no Blog, mas senti a necessidade de tentar defender a minha posição em algo que considero injusto de ser ouvido...

Como sabem, a maioria do conteúdo aqui no Blog é o aconselhamento de dicas, técnicas e produtos para o cabelo africano tanto natural, como desfrisado, alisado ou pintado.
Quando comecei o Blog há 7 anos atrás, quase ninguém usava o cabelo africano natural, então a maioria dos conteúdos eram mais adaptados a quem tinha o cabelo desfrisado, depois comecei a diversificar.
Sempre deixei claro aqui no Blog que não tirei nenhum curso de cosmetologia, cabeleireiro, estética nem nada do género. Sou bastante curiosa, pesquiso imenso, levo o Blog muito a sério como se fosse um projeto ou uma tese de curso, e tento ter sempre cuidado na informação que transmito.
Daí também sentir a necessidade de indicar bons cabeleireiros juntamente com as informações que divulgo.
Para terem uma noção, antes de lançar algum post no Blog demoro praticamente 1 semana apenas a prepará-lo (pesquisar, investigar, reunir informações, etc), e só depois começo a estruturá-lo e a escrevê-lo.

Tópicos sensíveis (Desfrisantes, Relaxantes)...


Tópicos muito sensíveis são por exemplo os dos desfrisantes e relaxantes ou outro tipo de químicos... Nunca fui anti-desfrisantes nem anti-químicos, nem pretendo ser. Não quero que este Blog seja "As Naturais-Nazis". No entanto, sempre que falo dos desfrisantes ou de outros químicos nos posts, alerto sempre para o facto de terem químicos, tento ter o cuidado de alertar sobre os contras, e ainda indico técnicas de como tratar de um cabelo com químicos.
Quero tentar sempre encaminhar as pessoas para os melhores resultados, mas nunca forçá-las a nada! Cada um é livre de escolher o que quer para o seu cabelo. Esse é o meu principal objetivo com este Blog, deixar as pessoas serem livres, e independente do que escolherem tentar encaminhá-las para um cabelo "saudável" à sua maneira.

Por exemplo, muitas pessoas usam a frase "o cabelo natural não é para toda a gente". Eu discordo totalmente! Nós todos nascemos com o cabelo natural (mas percebo o que querem dizer com esta afirmação). Porém, acredito mais na frase "o cabelo desfrisado não é para todos". Isto sim é a realidade! Nem todos os cabelos suportam os químicos, o meu cabelo por exemplo até suporta químicos mas se alisar todas as semanas vai ficar uma lástima, mas dando-vos outro exemplo, uma amiga minha alisa todas as semanas e o cabelo dela sobrevive a tudo!

Por vezes, por mais fraco que seja o químico, há cabelos que saem sempre danificados. Os cabelos são todos diferentes, é tipo uma impressão digital, todos têm um diferente!
"Ahh porque fulana X fez o alisamento marroquino e o cabelo dela ficou lindo"...aprende, o teu cabelo não é igual ao da fulana X! Podes fazer tudo igual e o teu cabelo simplesmente não gostar.
Por isso é que depois de investigares tudo o que sabes deves fazer uma análise e com bases do que conheces do teu cabelo, saber se vale a pena arriscar.
Aqui no Blog eu tento alertar dos prós e contras sempre que consigo com base no que sei e investigo.
Felizmente tenho tido um grande feedback positivo em relação ao Blog, e graças aos leitores e seguidores que me dão forças para nunca deixar o Blog é que tem sido um dos grandes incentivos para deixar a preguiça de lado e tentar inovar mais e mais.

O objetivo de alguns cabeleireiros de tentarem denegrir o meu trabalho para mostrar o conhecimento deles é totalmente desleal. Podem mostrar que sabem sem desdenhar os outros trabalhos, ainda para mais quando uma grande parte dos seus clientes provém deste Blog! I.n.a.c.r.e.d.i.t.á.v.e.l. genteeee!

Novidades...

Imagem relacionada
Mas pronto, agora falando de coisas booaaass, vêm aí mais novidades!
Não queria quebrar o silêncio, mas ao mesmo tempo também não vos quero deixar desanimados com esta promessa (quase ilusória) de voltar ao Blog... e pronto aqui vai uma das primeiras novidades... estou a desenvolver um Blog totalmente NOVO com mais funcionalidades! E mais não digo!


A 2ª novidade é... estou em transição para natural! Pois é, leste bem! Talvez esta seja a maior novidade e a mais esperada de quase todos os leitores do Blog!
E agora questionas-te "então e ela não defendia tanto o cabelo desfrisado?!", pois é verdade, defendia e defendo! A liberdade é vida!
Neste momento quero ficar com o cabelo natural, mas não significa que nunca mais volte a desfrisar!
Eu nunca fiz distinções entre quem tem o cabelo natural ou quem tem desfrisado, prezo é um cabelo bem cuidado independentemente da sua forma!

Já tinha feito um post a falar sobre isto, mas um dos meus maiores problemas em voltar ao cabelo natural era o trabalho que dava e a fase de transição (o big chop nem era hipótese porque odeio o cabelo curto em mim! Se fosse obrigada teria que ser, mas por opção nunca cortaria o cabelo tão curto!).
O meu primeiro problema foi de certa forma ultrapassado depois da abertura da minha loja. Em que vivo num mundo completamente rodeado de produtos deliciosos para o cabelo natural e sinto-me cada vez mais motivada em experimentá-los no meu cabelo no estado natural. E era precisamente o que eu precisava, de motivação!
Quanto ao processo de transição, apesar de ainda estar relativamente no inicio, não será um GRANDE problema, porque dei conta que sempre fiz Braid Outs, Straw Curls (Caracóis com palhinhas), Twist Outs, Bantu Knots no cabelo desfrisado e acabam por ajudar imenso no cabelo em transição visto que não manipulo o meu cabelo todos os dias. Um dia faço um post sobre as melhores técnicas que tenho adoptado para a transição.

Mas a principal razão mesmo da transição para natural deve-se especialmente ao facto de desejar ter memórias de como é realmente o meu cabelo natural. Já não tenho o cabelo natural há imensos anos que já perdi a ideia de como realmente é. E isto é triste de se dizer!





Mensagem antiga Página inicial

8 comentários:

  1. Não intendo impulsionas um negócio e ainda te difamam estupidez... Força com a transição eu decidi voltar ao cabelo natural quase inconscientemente, o meu cabelo estava fraco e fiz só uma pausa nos químicos. Quando me apercebi que ele ficava bem mais forte e cumprido ao natural esquece.. aconteceu tudo tão rápido que não voltei mais ao desfrizo. Aliás ao tomar consciência da desfrizagem acho um crime ao cabelo africano. Desejo que os padroes caucasianos não afetem mais a nossa auto-estima, cabelo natural é liberdade é vida <3

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Oiii Sandy,nao sou muito de commentar blogs...acho que este é o ùnico lol. Tenho Pena que o cabeleireiro esteja a tentar denegrir a tua imagem....mas acredito que tudo o que fazemos de bom ou mal, mais cedo ou mais tarde volta para nòs. Adoro o teu blog desde sempre e ès das poucas que ainda sigo regularmente porque consigo ver o trabalho e cuidado que tens com tudo o que postas (nunca tentaste nos vender nenhuma marca,todos os teus reviews sao baseados na tuas experiencias ou leituras), para mim o teu blog é como Uma enciclopédia sobre cabelos africanos (sempre que tenho duvidas ou preciso de produtos venho aqui). Cortei o cabelo há mais de 7anos e na altura nem foi com intensao de ser natural etc..queria liberdade e com o tempo fui deixando de desfrisar...por isso percebo perfeitamente quando dizes que és prò choice....sinto o mesmo...que agora sabemos que temos opcao de usar o nosso cabelo como nos fizer mais feliz e somos sortudas por existirem pessoas como tu..dispostas a ajudar nos nesta caminhada de autoconhecimento sem pedir nada em troca.
      . Tudo de bom para ti, blog e loja e mais Uma vez obrigadaaaa....nao vejo a hora de usar o Novo blog :)

      Eliminar
  3. Ai prima! Força! É a inveja de muita gente querendo re derrubar. Mas Deus é Maior e Todo Poderoso.
    Fico feliz por teres negócio indo bem. Continue. Deus é contigo e eu também.
    A menina Sandy assumindo a transição para natural. Sim, senhora.Rsrsrs. Desculpa pela parvoíce cômica. Fico muito feliz contente por isso. Eu também lembro-me no mês de Dezembro de 2006, desfrisei o meu cabelão por curiosidade. Queria ver como era a sensação de ter cabelo liso e leve. Só que no mesmo dia, não goste de cabelo solto e ainda por cima tive reação alérgica no couro cabeludo. Fiquei assustada ao ter ardor no couro cabeludo. Foi horrível. No dia seguinte, pedi a minha mãe fazer trança em mim por vergonha e preocupada pela reação dos meus colegas na escola ao verem o meu novo visual .Sabes, naquela sofri muito o bulliyng! Foi muito horrível. Desfrisei dos 14 até 19 anos. Desfrizava uma vez por ano. Ter que lidar com duas texturas do cabelo era pesadelo e horrível. Kkkk. Eu lembro-me como se fosse hoje que em 2011 tinha saudades do meu cabelo natural e queria saber como era o meu cabelo de antes. Eu tinha muito cabelo, tipo bem cheio. Só que perdi metade de cabelo e volume ao desfrizar. Daí passei não gostar do cabelo meio vazio, tipo liso e sem movimento. E para piorar, fui alertada pela cabeleireira ter cuidado com a chuva para não estragar o cabelo. Aquilo era demais para mim. Assim que decidi assumir o cabelo natural, não quis também ter cabelo curto. Em Fevereiro de 2012, fui ao cabeleireiro brasileiro para cortar as pontas. O meu cabelo estava tão danificado que a cabeleireira disse que não dava cortar as pontas naquele estado, sim desfrisar e cortar as pontas de seguida. Fiquei triste e depois de desfrizar o cabelo, chorei até chegar a minha cabeça. O Plano de deixar o cabelo natural, foi por água abaixo. 1 ano depois, aí é que consegui ter o meu natural de volta. 5 anos depois,ainda na guerra.
    Vá, excedi o texto. Desculpa, Sandy. :S
    Vá, beijinhos. Sucesso aí.

    ResponderEliminar
  4. Não vou comentar a parte negativa, colocada neste post. Falando de coisas boas, quero ver novas dicas , fotos etc.. nesta tua transição.
    Força , e muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Sandra boa sorte na transição, eu desfrisei o cabelo com 14/15 anos e voltei ao natural há 3 anos...mas não aguentei a transição e fiz o big chop! E dúvido que não fosses ficar bonita se o fizesses também, mas cuidas muito bem do teu cabelo por isso vai correr tudo bem! Natural ou não, o que importa é que cada uma de nós se sinta bem com o seu cabelo. * :)

    ResponderEliminar
  6. Oi Sandy! Também nem vou comentar a parte triste desta máteria, não vale a pena! Fico muito feliz que tenhas iniciado o teu processo para natureba. Acho que agora sinto.me mais proxima e podemos falar "a mesma língua", muita força! já te disse pelo Insta não vejo a hora de estar em Lisboa para ir a tua loja e "Perder-me" hehehe...não desanimes, obrigada pelos óptimos posts e pela ajuda! Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  7. Olá Sandy!
    No que diz respeito às difamações, eu entendo a necessidade de te defenderes, é a tua honra. Mas não dês muita importância, porque quem lê o teu blog com cuidado, percebe que o conteúdo é recolhido com seriedade, depois da consulta de várias opiniões ou conhecimento de causa, sempre alertando as pessoas que cada cabelo é único. Mas percebo que, às vezes, pode ser difícil perceber a proporção de certas más línguas. Mas não te preocupes, continua o teu trabalho com o brio de sempre ;)
    Fico feliz que tenhas decidido fazer a transição para natural, por ti e por mim, como leitora, ahah! Acho engraçado que uma das tuas motivações seja teres as memórias futuras, caso voltes a desfrizar, de um dia teres tido o cabelo natural, porque a minha mudança para cabelo natural transcendeu completamente a questão da imagem, à semelhança da ideia de ter memórias, eu reconectei-me muito mais com fato de ser uma mulher negra. Não quero dizer com isto que uma mulher negra com o cabelo desfrizado é menos negra por isso, por favor, não me interpretem mal, liberdade acima de tudo. Onde quero chegar é que esta mudança provoca também mudanças na internas muito boas.

    Beijinhos e boa sorte nesta nova jornada (estou curiosa pelo novo blog) :D

    ResponderEliminar